Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.23/455
Título: Disfunção sexual feminina em idade reprodutiva: prevalência e factores associados
Autor: Ribeiro, B
Magalhães, AT
Mota, I
Palavras-chave: Disfunção Sexual
Pré-Menopausa
Data: 2013
Editora: Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Citação: Rev Port Med Geral Familiar. 2013; 29(1):16-24
Resumo: Objetivos: A disfunção sexual feminina (DSF) é altamente prevalente, situando-se entre os 40% e 70% em Portugal, e traduz-se por uma alteração em qualquer uma das fases do ciclo de resposta sexual da mulher (desejo, excitação e orgasmo) ou ainda por perturbações dolorosas associadas ao ato sexual. O presente estudo pretendeu estudar a prevalência da DSF numa amostra de mulheres em idade reprodutiva, a prevalência dos diferentes subtipos de DSF e a existência de fatores associados. Tipo de estudo: Tratou-se de um estudo observacional, transversal e analítico. Local: Unidades de Saúde Familiar (USF) Novo Cuidar, Centro de Saúde de Fafe. População: Mulheres entre os 18 e os 58 anos utentes da USF Novo Cuidar. Métodos:A uma amostra aleatória de 346 utentes foi aplicado um questionário anónimo e confidencial de autorresposta. Usaram-se os testes Qui-Quadrado ou de Fisher para comparar proporções, o Odds Ratio para determinar a força de associação entre variáveis e os testes t-Student e Mann-Whitney para testar a associação entre variáveis qualitativas e quantitativas (adotou-se um nível de significância de 0,05). Resultados: A taxa de resposta foi de 86,4% e a prevalência de DSF foi de 77,2% (IC95% 72,0-82,7), tendo a perturbação do orgasmo sido o subtipo mais prevalente, 55,8% (IC95% 51,0-63,9). Foi encontrada uma associação entre a contraceção hormonal e a perturbação do desejo (p = 0,003). A aversão sexual foi estatisticamente relacionada com experiências sexuais indesejadas prévias (p = 0,001). Conclusões: A DSF em idade reprodutiva é muito prevalente apesar de apenas metade das mulheres a considerarem um problema. Foram encontradas associações com alguns fatores que podem ter importância na vivência de uma sexualidade feliz pela mulher.
Peer review: yes
URI: http://comum.rcaap.pt/handle/123456789/4407
http://hdl.handle.net/10400.23/455
Aparece nas colecções:HB - GIN OB - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RPMGF.pdf187,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.